Crescer dói.


Ninguém disse que seria fácil crescer.
Dói.
E não é só a dor emocional de se ver sozinha no mundo e ser responsável pela consequência do seu próximo passo não.
É uma dor física.
Dói a vista, a coluna, as pernas, o estômago, os seios.
Dói até o que não dói.
Você inventa dores.
Dói se olhar no espelho e ver que a pele de neném começa a ter rugas e que você arrancou o primeiro fio de cabelo branco. (Shhhhhhh!!! Ninguém viu!)
Dói a dificuldade de emagrecer apesar de todas as corridas e dietas e dói mais ainda esconder o chocolate favorito que você comia todo dia depois da escola.
A sua letra redonda já está cansada de ser perfeita e começa a fugir da linha... como você!
E pra fugir dessa dor de crescer você chora, surta, se acha feia, paga tratamento de celulite, estria, faz lipo, pinta o cabelo, põe botox, fica pobre e ... continua crescendo.
Você está com quase trinta anos e tem atitudes de dezoito, menina.
Você não percebe que já cresceu?!
Crescer é uma aceitação, não existe idade certa pra isso.
Quando se aceita essa dor ela passa a ser bonita, porque ela te faz melhor, te faz mulher.
E ser mulher é seduzir a si mesma.
É andar no salto alto mesmo com o peso da vivência nas costas e continuar elegante.
É maquiar as lágrimas pra se fazer bonita pro espelho.
É dançar sem música pra acompanhar o próprio ritmo.
A dor de crescer é vaidade, e toda vaidade em excesso se torna fútil.
Tenho me sentido fútil porque crescer ainda me dói.
Bem... mas pelo menos já aceitei a minha negação.
É um primeiro passo para ser melhor?
Para ser mulher?

(Lara Gay)

5 comentários:

Amanda disse...

Lara, seus textos são incríveis! Quando não me emocionam me fazer sorrir ou dar boas risadas, e na maioria das vezes fazem com que eu me identifique, esse principalmente! Parabéns de verdade!

Carine Beatriz disse...

Muito claro o seu jeito de escrever! Gostei muito do texto!

Lygia disse...

Que lindas palavras, minha filha! E como aprendo com você....bjs Mamy

Gabrielle Reis disse...

Uau! Ás vezes eu leio seus textos, mas tem vezes que eles que me leem. Assim como esse. Muito bom, Larinha.
Um beijo, e mais uma vez meus parabéns! :)

Vanessa disse...

Lara que texto mais lindo,amei de verdade,vou definir em uma palavra SENSACIONAL.Parabéns!

Tecnologia do Blogger.