Um sonho real.


De tanto sonhar, ela dormiu
E chorando sonhou
Com a realidade que não queria viver
Acordou num riso histérico
Se vendo, aos poucos, morrer

De tanto chorar, ela sorriu
E sonhando acordada chorou
Com a felicidade que queria viver
Dormiu num soluço profundo
Morrendo, aos poucos, sem ver.


(Lara Gay)

2 comentários:

fernanda disse...

A cada dia que passa me orgulho mais de você , sabia?!! Seu texto está MARAVILHOSO, muito PERFEITO!! Continue sempre assim , viu?!!

sodrejessica disse...

Larinha, lê isso aqui que uma vez, um dia um tempo atrás eu pensava sobre o o choro, rs.
http://jessicasodre.wordpress.com/2009/01/09/filosofando/

Seu texto agora, já reli umas cinco vezes e vou continuar relendo e relendo, é sempre bom te ler...

Tecnologia do Blogger.