25 de outubro de 2012

Perceber ser.


Na imensidão de estar só
Sonhando em ser mais
Matando o que não vem
Quando só se quer ter
Alguém.
No vazio da multidão
Sendo um pouco menos que nada
Vivendo pro que não se tem
Quando se percebe ser
Ninguém.

(Lara Gay)

2 comentários:

A. Le Savoldi disse...

Fernando Pessoa versão feminina, sua linda! Amei.

Juh disse...

Muy Bonita !!!Sua Diva.