Pela goela abaixo.


Quando eu era criança e não queria tomar o remédio, a mamãe apertava a minha boca nas laterais até eu formar um biquinho e enfiava a colher lá no fundo, até onde eu não conseguisse cuspir de volta.
É assim que me sinto com algumas pessoas.
Parece que me enfiam elas pela goela abaixo e depois ainda preciso sorrir pra foto, sem mostrar sintomas de cara feia , mesmo com aquele gosto azedo penetrando por dentro.
A diferença é que quando criança eu sabia que daqui uns dias ia acabar o remédio , e agora, aos 27 anos, esse gosto ruim é por tempo indeterminado.
Deveria ser proibido viver de aparências. Deveria ser considerado ilegal conviver com quem não se gosta. Trabalhar então, nem se fala...
Não sejamos hipócritas, a vida é assim.
Existe uma linha muito tênue entre o ser educada e o ser falsa, e eu tomo um cuidado imenso para não ultrapassar essa linha e ser julgada pelo que não sou. Não pelo julgamento dos outros em si, mas por mim mesma, para a minha essência não ser abalada.
Aguento então, por amor ao que quer que seja, por respeito ao que não é meu, ou por inúmeros outros motivos, mas me dou o direito de chegar em casa e enfiar o dedo na goela aos berros, para colocar pra fora todo esse amargo engolido por obrigação.
Só assim sou capaz de suportar novamente o próximo dia de doença.

(Lara Gay)

4 comentários:

Bruna Meldau disse...

Minha amorinha... me fala quem foi que eu mando bater.. rsrs. Entendo perfeitamente qdo vc fala que vivemos em uma linha tênue entre a falsidade e a boa educação, pois é exatamente isso. E será que não é por isso tbm que os hospitais psiquiátricos estão cheios? É, sei bem como é que vc se sente. E é ainda pior qdo vc enxerga depois de algum, ou muito tempo que a pessoa nunca foi aquilo que demonstrou ser.. e aí a decepção e o nojo são incontroláveis. Mas só peço que não se dê mais ao direito de colocar o dedo na goela e botar pra fora, pois a agressão só é feita à você. Te amo e te amo infinitamente!

Marta disse...

Xiiiiiiiiiiii... quem foi hein?????
=(
Vivo muito isso no trabalho... É a pior sensação. :/

fernanda disse...

Larinhaaa, você conseguiu descrever com muita clareza o que muitos sentem. Infelizmente, sempre tem alguém que nos deixa assim!:/... Ficou incrível, Parabéns!! <3

Unknown disse...

Lara, adorei teu texto, você conseguiu em poucas palavras mostrar indignação por uma situação indesejável. Você se arrisca; se mostra; vai fundo. Parabéns.

Tecnologia do Blogger.