Sem (b)ela


Hoje é o primeiro dia sem ela.
Acordo pela metade.
Como se uma parte de mim continuasse dormindo.
Passei um mês me despedindo, e cada dia que passava a saudade já aumentava.
É possível isso?
Hoje me encontro nua com o coração na mão.
Descabelada observo o celular na esperança de sua chamada perdida de toda madrugada...
... Nada.
Pra quem vou retornar e dizer “Estava dormindo. Aconteceu alguma coisa?”
O café da manhã tá meio amargo e o fato de ser sábado não melhora meu dia.
Meu pensamento tá tão longe. Tá tão nela. Sou tão dela.
Me lembro como se fosse ontem: uma mesa de bar, muito barulho, muito álcool, poucos conhecidos, ela na minha frente, nossos sorrisos misturados, mentiras em menos de cinco minutos, cumplicidade em um olhar, telefones trocados, sua voz de “boa noite”.
Virou minha protetora. Aquela que me dá a bronca sem eu nem saber que fiz besteira.
A presença que sempre me acalma e a força que eu nunca tive.
Coragem é ela.
É agarrar o mundo como ela sempre fez. Como ela sempre faz.
Saio na rua sem sua voz me guiando e esbarro em lembranças pelo caminho.
O que será que minha bela está fazendo agora?
Quanto tempo ainda leva pras nossas vidas se cruzarem de novo?
Meu egoísmo quer chorar, mas engulo as lágrimas com a saudade me abraçando.
Hoje Nova Iorque está sorrindo.
E aqui, é apenas o meu primeiro dia sendo eu sem ser ela.

(Lara Gay)


3 comentários:

SiL disse...

Olá!!

Achei seu blog pelo google.. Nem lembro ao certo o que procurava.. Assumo que não é a primeira vez que venho ler mas nunca comentei..

Mas esse texto me tocou de uma forma muito especial e eu queria deixar um "Parabéns" pra ti! Não só por ele mas por todos!! =)

Beijos!

Belinha Lopes disse...

Surgiu do nada e me conquistou de cara. Me apresentou sensações ate então desconhecidas. Me fez criar asas pra voar para qualquer lugar. O Flamengo é logo ali. Fez o tempo parar. Um dia é uma eternidade. A ficha cai e penso 'como será a partir de agora'? As vezes eu sinto que foi pouco pelo muito que amamos. Que essa minha força amenize a dor da saudade que sinto e sentirei pelos próximos, longos e indefinidos dias. E que a sua voz nunca pare de abraçar minhas madrugadas. 'Toda a minha saudade e o meu amor de sempre'. Pra sempre tua, Bebi.

Iris Cristyn disse...

Um replay, me envolveu agora e as palavras pro comentario estao purai hsuahushuahs saudade de uma das minhas varias historias define. Awr >-<

Tecnologia do Blogger.