30 de março de 2010

Uma história branca e preta

Numa folha branca de um caderno velho de teatro
Começam os primeiros rabiscos de um lápis preto e forte
Umas palavras soltas numa festa de aniversário com um enorme sorriso
E o convite para começar uma nova história
Entre bebidas, gargalhadas e confidências
Surgem rascunhos em algumas linhas tortas
Embriagadas de semelhanças
Páginas com garranchos
Algumas folhas rasgadas
Muitos segredos guardados
Pouco sentimento escondido
Infinitos desejos entalados
Capítulos imensos de uma vida dividida
Composta por parágrafos
De dor, perda, força, lealdade e amor
A primeira amora desenhada em vermelho
No espelho de um banheiro secreto
O último amor dilacerado
Abandonado, magoado, acabado
Onomatopéias de prazer
Páginas em branco de silêncio
Fotos coladas com sensações inexplicáveis
Formando uma história
Cheia de palcos, letras e livros
Com essência de Clarice, Caio e Cazuza
O reencontro das almas gêmeas
Uma história de lua cheia e presente aberto
Uma história branca e preta
Com muitas cores e sem ponto final

(Lara Gay)

ps. dia 28/03 foi aniversário da minha preta michelly barros.
minha pequena homenagem pra uma das melhores amigas que tenho na vida.
amor eterno.

6 comentários:

Katy disse...

Que lindo, meu Deus!
Cho-rei! :~
Cara, vcs duas são as mais perfeitas que existem!
Sério! Vcs tranmitem paz, amor e realidade na amizade e confiança que uma tem pela outra!
Lindo demais isso! Babo meesmo! :~

Amo vcs, tá?!
Minhas DIVA'S das poesias! =)

Beiiijoooos!

Marcelo Mayer disse...

LINDAS!!!!!!!!!!!!!
ah!!!! e ainda ela não me apareceu para dar meus parabéns!

Pequena :) disse...

É tão gostoso ler você minha leoa.
Palavras suaves com verdades escancaradas, amor que transborda entre seus dedos. Tanto amor, tanta história, tanto orgulho!


Um beijo azul pra você e um lilás pra Mi. ;*


adotada.

Le Savoldi disse...

"Uma história branca e preta" ...ARRASOU! Leveza em palavras e beleza sem tamanho... LINDAS!! Moram pra sempre no meu coração!

(sem ponto final)

Michelly Barros disse...

o que dizer? ando tão atordoada de coisas pra fazer que decidi não comentar nada, não responder nada de aniversário ainda. eu recebi tantas homenagens lindas... da katy, da joyce... mas ainda não agradeci. mas... impossível não comentar nada agora nesse momento, pós primeira leitura, impossível não registrar esse meu choro que quanto mais cai, mais parece carinho das lágrimas no meu rosto. tantas coisas já foram ditas antes disso, tanta vida que não precisa mais de nenhum tipo de afirmação para se manter, pq tá lá, tá aqui, tá aí, existe, vive. mas parece que eu to recebendo esse momento como algo que há muito tempo eu desejava, um tipo de reconhecimento tolo (pq é dispensável), mas que a gente gosta e precisa. sabe, vi um filme lendo as suas palavras, o nosso filme, viajei de volta no tempo, nesse tempo tão meu que é tão seu que é de amora. a minha amora. sempre. pq esse é o nosso momento.
te amo, branquinha. te amo demais, demais. te amo, te amo, te amo... te amo (não consigo parar de dizer) te amo...

Jso disse...

Preciso dizer da postagem anterior..."sai do muro ou sai da frente" Genial Larinha!!!!

Lindo amor, linda amizade, tanta coisa doce nas palavras que vocês trocam... Que seja eterno...
té mais