qualquer coisa, por favor

algum instante pra mudar o adiante, por favor
corda no buraco
vela no apagão
qualquer coisa que altere o lugar do corpo amanhã
alguém distante pra chegar com meu calmante, por favor
me inspira na poesia
a noite que dá bom dia
qualquer coisa que alegre uma vida banida de sonhos reais
entre sem bater
deixa o gelo derreter
esse fogo que não apaga
meu sinal de fumaça se perdeu em algum foco
aonde foi parar a melodia daquele amor?
por favor, não me esqueça na janela... na espera
essa seta sem alvo certo no incerto de todo mundo
muda alguma coisa, qualquer coisa, nesse peito vagabundo
um cansaço que se instala
um vazio que atormenta
o ausente de presente
dispenso votos de solidão
qualquer coisa, por favor
sou ser sem tino e direção.

(Lara Gay)

6 comentários:

Sinhá Flor disse...

Se você quiser te dou um copo de caipivodka com morangos, topa?? Pelo menos vai fazer brotar aquele sorriso inconfundível que vc tem,..., aquele que qd se ausenta do seu rosto torna fria e distante a lua que te admira...te amooooooo

Marta disse...

O amor deve estar vagando por aí com o vento... Daqui a pouco ele sopra de novo na sua direção e te faz uma surpresa! Uma surpresa boa, insensata, louca! Como a sua vida, como você!

Como sempre arrasou no texto... Como sempre um texto lindo... e triste. Triste, mas inconformada. ADORO!!!

bjo Branquinha!

Marcelo Mayer disse...

eu sempre digo... o mundo seria mais feliz se todos fumassem um belo cigarro

Belinha Lopes disse...

que coisa mais linda!

Le Savoldi disse...

Minha borboleta linda,

a vida nunca perde o sonho, e o vazio se completa com a própria vida... por isso vamos sorrir, menina branca, que eu trouxe o gelo! estoura a champagne? .)

Alma Grande disse...

eu sou apenas um intruso ainda sem foto, mas não pude deixar de apreciá-la... suas palavras causam uma angustia tão gostosa que eu li umas três vezes> acho muito foda quando o coração escreve pela gente... linda poesia!!!!!!

Tecnologia do Blogger.