Nós em detalhes

Cansei de ser o álcool da sua madrugada
Estou embriagada da sua poesia há anos
Uma ressaca incontrolável que eu adoro sentir
Odeio a ausência da sua presença
E todas as formas que você me alucina
Chega de acaso
Chega de caso
Me tire do seu bolso e me jogue na varanda
Ao lado do seu violão quebrado
Com as cordas amarradas no meu pescoço
Rasgue minhas palavras afobadas de desejo
Afogadas de lágrimas secas
Empreste nosso elo pra próxima passante
Diga que sou seu passado constante
Solte nossos leões no picadeiro
Os palhaços perderam a graça
Possivelmente talvez
Estejamos perto de nós
... Desate-os
Antes que seja tarde

(Lara Gay)

8 comentários:

Paula disse...

Vc é tão pura,tão frágil,tão coração...tão bonita!

Michelly Barros disse...

tira você mesma do bolso o que você não quer
rasgue você mesma as suas palavras
desata logo esse nó - você, você.

sim, tão pura, tão frágil, tão bonita... mas tão mais forte, tão dona da própria vida... o sim e o não tá dentro de você, não do outro.

teu ser é de música, não de cordas no pescoço.

Ricardo disse...

Risos, Palhaços e bonecas de novo,rs, muito legal. Mas dá uma certa preocupação as imagens de cordas, de elos,correntes. Ficamos na expectativa,torcida, desate logo os nós,rs, beijos, boa sorte.

Le Savoldi disse...

Estou com a Mi em casa palavra dita e acrescento um parágrafo do livro bestseller do Dr. Wayne Dier, Seus Pontos Fracos: "Os sentimentos não são apenas emoções que acontecem: são reações que você ESCOLHE ter. Se você comanda suas emoções, nada a obriga a escolher reações autodestrutivas; desde que aprenda que pode sentir aquilo que quiser, você se verá a caminho da 'inteligência' - caminho esse que não tem atalhos que levem a colapsos nervosos. Trata-se de uma nova estrada, pois você verá cada emoção como uma escolha e não uma condição de vida - nisso está a essência da liberdade individual."

TUDO DEPENDE DE VOCÊ, bela borboleta.

Pequena :) disse...

Se desatar os nós é o melhor para você, que seja feita a tua vontade. Afinal, não é para ficar presa que nasce uma borboleta, nem para não ser ouvida que ruge uma leoa.


amo você! ♥

Marcelo Mayer disse...

a vida então, passa a ser ponto e vírgula

Despensa Cultural disse...

Lindo, muito bom. Parabéns Lara!
Estou te seguindo e coloquei um link do seu blog no meu.

nat_melman disse...

Nossa ,muito lindo!

Tecnologia do Blogger.