marta

o mar tá revoltado com saudade das ondas claras
tudo escuro sem ela
sem flashs
sem brilho
a morte convida uma alma a viver em seu caos
tudo perdido sem setas
sem placas
sem gaitas
amar tá complicado em navios de guerra
tudo escondido sem abrigo
sem certeza
sem coragem
a maré lá no horizonte azul pedindo socorro
tudo sem cor
sem vida
a marta distante do rio
tudo morto
toda morta
sem mar
sem amar
sem a marta por aqui
sem a marta polaquini

(Lara Gay)

4 comentários:

Le Savoldi disse...

Larinha, ótimos trocadilhos... Linda poesia!

Marta disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
Fala para o mar se acalmar que a Marta já está chegando... Cheia de flashes reservados para a Lara... Como se vc precisasse de flash pra brilhar! Até parece...
Lindo texto...
TE AMO!

Juliana disse...

tudo que você escreve é lindo minha anjinha, te amo ♥

Natália das Luzes disse...

"amar tá complicado em navios de guerra", gostei muito dessa frase!

Tecnologia do Blogger.