19 de janeiro de 2010

Hoje

Hoje o leão prende sua juba
Engole sua coragem
Se entrega ao medo
Engasga no rugido
Hoje o leão guarda sua dor
Explode em lágrimas
Avança em coelhos
Maltrata pessoas
Se sente covarde
Hoje o leão não quer ser fera
Cansou de assustar
Tem fome de carinho
Tem sede de cuidado
Hoje o leão quer ser manso
Quer beber leite
Quer ver o sol nascer na rede
Quer ser beijado
Ser amado
Sem medo
Sem limites
Só hoje!

(Lara Gay)

6 comentários:

Ricardo disse...

hahahha, o leão quer ser gatinho? hahaha O leão da neméia, covarde, tsc tsc, hahahah.Eu sou só um velo de ouro, voando ao sabor do vento, talvez sinta o quê diz, pois sempre bate vontade de pousar, aterrisar no colo da mãe, num colo de carinhos. O texto ficou muito legal, apesar da metáfora de leonina, creio eu, ser para vc e seus amigos e não para todos os leitores. E eu creio que apesar de se exclamar só hoje, isso é só um contentamento, pq na verdade é sempre, mas, chegou a tal ponto que se pelo menos só hj, aí suas garras voltam com brilho, presas firmes, rígidas, dilaceraram, ou enterraram, o medo, novament,e e volta à savana, canta Hakuna Matata e continua a história. Desculpa qualquer coisa, fiquei impulsivo ao escrever, hahahhah.

Le Savoldi disse...

O seu desabafo é o meu desabafo (de gemeniana)... Hoje nós esperamos tudo, porque ninguém é forte para sempre, às vezes precisamos mostrar nossa fragilidade, que também somos capazes de amar e que precisamos de amor. Minha leonina preferida! Como sempre, seu texto me comove e me enche de afeição, porque sei que não é covarde, ao contrário, o que você mais tem, sim, é coragem... Ninguém entrega tão abertamente o coração, por isso mais que a admiro! Continue sendo assim, é isso que faz você tão especial... Não importa se uma hora é gata e outra hora leoa, pois sua essência é a mesma, você é felina! Hoje dê mais carinho, ame mais, sorria mais... amanhã isso volta em dobro .) AMO VOCÊ!

Marcelo Mayer disse...

o leão resolveu ser mais humano que o próprio homem

belo!!!!

Mário Liz disse...

ler alguma coisa daqui é como abrir uma caixinha de música.

percebe-se serenidade, ainda quando as letras caminham para uma temática tensa e subjetiva.

o Leão quer ser gatinho. Às vezes também, ocorre o inverso, não é mesmo ???

eu tenho mais medo de gatinhos com sombras de leões...


e eu irei me arriscar em dizer que o leão é uma mulher humana, que saiu nua de casa (nua, leia-se: sem fazer escova nos cabelos ...rs), uma mulher que busca um pouco de carinho, ou tão somente carinho.

O próprio anseio do Leão nos diz isso: ele quer leite, e leite nada mais é que o alimento primeiro, o vínculo que temos com o lugar de onde viemos ...

lindo poema. tava com saudade daqui.

Ricardo disse...

AHHHH!! Por favor não me entendam mal! eu não estava caçoando ou nada do tipo!! nunca o faria, minto faço o tempo todo,mas não p/ machucar ninguém, só p/ que os outros riam, tanto é que o que mais faço é me caçoar, parece que uma renca de gente me deu bronca TT^TT Polegarzinha,me desculpa qualquer coisa que eu tenha sido insensível aí. Nós somos assim como o caos de que viemos, uma hora Hércules outras Orfeu, e o que eu quis dizer quando contrariei o só hj, é que eu creio que por mais que sejamos valentes, imponentes, e nosso rugido nos abra caminhos, independentemente nossa força vem do que vc disse precisar hoje, e logo, penso que precisamos sempre... novamente desculpa qualquer coisa!!

Jarbas Albuquerque disse...

sempre...