21 de novembro de 2009

uma planta em mim


"Existe uma planta que cresce em mim.
Nem senti sua chegada, nem percebi as raízes se firmando, não adubei a terra e nem pus semente alguma.
Surgiu.
De repente.
Se instalou em meu peito junto com o despertar da minha mocidade.
Acho que veio com um vento qualquer.
Talvez tenha entrado com a respiração de uma gargalhada.
De qualquer forma, chegou de fininho...
Dando berros na escola e estampando alegria no meio de uma face intelectual com cabelos lisos e um corte ultrapassado.
Uma figura um tanto quanto cômica.
Uma planta exótica entre tantos animais selvagens.
Um broto de vida querendo achar moradia em solos férteis.
Aceitei sua chegada.
A planta foi regada com lágrimas e suor.
Sobreviveu a temporais.
Foi descriminada por sua essência.
Perdeu algumas folhas em outonos secos.
Ganhou ramos mais fortes com a primavera.
Viu o nascer do sol de janelas abertas.
Sentiu as borboletas na barriga e toda a descoberta de perfumes excêntricos.
Viajamos, reconhecemos amigos, descobrimos pegadas e registramos momentos.
Já se passaram muitos anos desde sua chegada inesperada, e ela não para de crescer.
A planta ilumina minha rotina banal
Dá sentido aos meus passos tortos
Domina a fera que existe em mim
Alimenta uma alma com fome de vida
Cura as dores e comemora as vitórias
Não me reconheço mais sem o seu verde nos meus olhos.
Não existe caminhada sem sua companhia.
Existe uma planta em minha vida...
Que eu amo incondicionalmente.
Que eu protejo de punhos fechados.
Que dá sentido ao inexplicável.
Que não para de crescer.
... essa planta é o meu melhor amigo
E nossas raízes não se separam!"

(Lara Gay)


ps. preciso dizer que amanhã, dia 22/11, é aniversário da minha planta, do meu melhor amigo. e essa é minha pequena homenagem de "feliz aniversário".
agradeço cada dia dessa amizade e todo o cuidado de uma vida inteira.
sem ele eu não sou! te amo, andré!

6 comentários:

Bruna Savaget disse...

..amo a planta e a borboleta...muita coisa.

Alonso Zerbinato disse...

"Tenho amigos para saber quem eu sou". Oscar Wilde

André disse...

É tão bom saber que você está presente na minha vida há tanto tempo .. Te amo, amiga, MUITO! Sem você, eu nada seria .. :)

André disse...

E eu AMEEEEEEEEEEEEI a homenagem .. Assim como eu amo você! :)

Oscar Calixto disse...

Amo "Era Azul e voava!" rsrsrs... Muito bom o título! Saudades de vc, menina! Eu andei por aqui outros dias e gostei de tudo... Gostei de saber que estás com um livro também, menina... hahaha.. Maravilha!!! Eu publiquei um o ano passado... hehehe... Um beijão para ti... Muitas saudades... Teu livro está vendendo onde?

Oscar Calixto disse...

Hummmmm... Que romântico... Cara, to adorando seu blog! Beijo!!!