E ...


... E de repente eu me dou conta de que minha companheira constante é a solidão
Estou tão só que converso com minhas lembranças e meu silêncio
Remexo em sentimentos guardados e isso me causa uma alegre tortura
É quase um masoquismo
Um pouco de nostalgia com gotas de saudade num copo quente de lágrimas amargas
Nomes, fatos, cenas, músicas... um carrossel de pessoas e vozes que me deixa tonta
De onde vieram e pra onde foram todas as promessas esquecidas?
E os planos incoerentes?
Será que em algum momento tudo se concretiza?
De repente alguma coisa escapou das minhas mãos, e eu perdi o controle da situação
O que sempre dominei passa a me dominar e eu me sinto uma escrava de carinhos
Pretextos bobos
Pedidos impossíveis
A espera da volta do nada
Uma música incompleta com uma melodia desafinada
Me sinto assim
Uma tentativa fracassada de qualquer aventura inútil
Desafio meu passado com emoções reais e me contento com beijos de mentira em calçadas alagadas
Aonde eu fui parar?
Porquê eu parei?
Meu instinto sempre foi seguir por curvas perigosas e rir dos desastres no caminho
Me perder sempre foi interessante
E de repente me encontro desesperadamente desinteressada pela perdição que vivo querendo me achar num ponto final de um poema inacabado
Um paradoxo sem fim
Com final feliz?
Lembro quando tudo era meu... ou não!
De repente caio numa gargalhada e percebo a ilusão que tudo era
As lágrimas cessam nesse momento
Prefiro continuar onde estou
Mesmo sem saber onde é isso

(Lara Gay)

8 comentários:

Pequena :) disse...

Que aperto no coração que seu texto me deu, leoazinha. Mas, vamos lá.
É importante que você saiba: você não está sozinha. Eu conheço pelo menos três pessoas no mundo que nunca deixariam isso acontecer: Ju, Mi. E.. eu, por quê não?
Pode até ser natural essa coisa de "de vez em quando" se sentir sozinha. E acho que isso até faz bem. Porque são nessas horas que a gente procura o nosso valor e descobrimos coisas que nem sabemos que existem dentro de nós.
Mas, você... você minha leoazinha. Nunca estará sozinha. Sois única no mundo para quem cativastes e eu aposto que não foram poucas as pessoas que deixaram se levar pelo brilho que a tua alma emana.
Eu posso ver tão de longe. Eu posso sentir a quilometros de distância.
Não se deixe levar por essa coisa ruim. Você é mais. E você merece ser feliz.
Como diz Kim McMillen em um texto seu: Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato. E então, pude relaxar.
Ou até mesmo Caio:
"É preciso estar distraído e não esperando absolutamente nada. Não há nada a ser esperado. Nem desesperado."


LUZ!

Jo.

Pequena :) disse...

ps: Esqueci de dizer que você também tem ao Pin, seu companheiro. ;)

Marta disse...

Nããããooooo!!!! Vc não está sozinha não... E se estiver deixa eu ficar sozinha contigo também, porque só você "tira o tédio do meu dia com poesia"... Tudo em ti é tão intenso que chega a dar medo as vezes... Por isso mesmo você é Leoa e eu não consigo te imaginar de outra forma. Você não só sobrevive, você VIVE!!!

Alice disse...

Concordo plenamente com a Marta. Vc VIVE e é uma LEOA! E n eh nada sozinha, vc carrega uma legião contigo e isso é uma das coisas que admiro em vc.

Juliana Lohmann disse...

A solidão só é solidão quando a gente a deixa se fazer de solidão, de donzela, dona de si, obscura, maquiavélica. A solidão é ingrata. Te conquista pra dar rasteira. Chupadora de alma. Ladra de momentos. A solidão, quando você deixa, te derruba a água da face. Gélida. Noturna.
Estar só por opção é alegria. Mas se a alma pede alguém, a solidão chega de presente. A solidão quer tua presença. Basta você decidir: manda-la embora ou não? Se quiser, eu a enxuto porta afora com você. E no grito.

Sara disse...

Por trás desta solidão pode estar a vir uma descoberta extraordinária, pare, sinta esta solidão também faz parte de ti, tudo que esta aí é teu, basta usar da maneira certa, tu consegues pode crer...belo texto...beijos.

jessicadeverdade disse...

Continuar onde está mesmo sem saber onde é...isso é coragem!
Tá escrevndo cada vez melhor Larinha

Michelly Barros disse...

"...a nossa liberdade é o que nos prende"

o que não é legal é a gente se prender na liberdade dos outros...

Tecnologia do Blogger.