preta



lá vem a moça apaixonada dobrando a esquina da ilusão.

ela traz um sorriso no rosto e a esperança em sua mão.

nos seus olhos vejo luta e o desejo de um par.

seu passado tem muita mágoa mas seu futuro vem curar.

a moça baila em tons de roxo e vem sozinha no caminho

esbarra de moço em moço se entregando a cada passo

tenta outra melodia mas se perde no compasso.

ela bebe suas lágrimas enchendo o peito de amores

cambaleia sem rumo certo e se perde em suas dores.

a moça pulsa nela mesma procurando o que já tem.

ela é feita de muita vida mas busca isso em alguém.

uma dose de carinho e um gole de emoção

a preta segue de cabeça erguida

esperando a próxima estação.


(Lara Gay)

7 comentários:

gabriel garcia disse...

Ahhhhhhhhhhh

que palavras lindas! Que texto simples e arrebatador! Edá votnade de sair correndo e da um abraço nas duas!

amo mt

Pequena :) disse...

Já que você "reclamou" que eu te visito e não comento, eis me aqui Larinha! Posso chamar-te assim?
O Texto tem um rítmo gostoso. Todo cheio de melodia, como deve ser a história dela, não? Ela é que está certa de se entregar, a vida não é nada sem a entrega, sem o ato de se doar sem pensar muito.
Que ela encontre logo a cura das mágoas, o alguém da vida dela.


Beijos, linda. :*

Amores, insonias e aspirinas disse...

Lindo lindo lindo...

Um bom retrato de uma Preta!!

bjo pras duas!!

jessicadeverdade disse...

Gosto pouco do que vc escreve larinha...
Bjok
té mais

Michelly Barros disse...

É difícil comentar sobre si mesmo, ainda mais quando entra a emoção no meio. Sim, eu estou emocionada, foi assim ontem quando vc me ligou e leu pra mim, ontem quando cheguei em casa e li e reli e reli e hoje e agora. Você me lê, você me sabe, você me vida, você me tudo, você me eu, você, você... eu amo você.

"E quem pode comigo quando eu digo tudo o que sinto?" Caio Fernando Abreu

Sua Preta.

Sara disse...

Belas palavras, uma preta de alma alva, para um coração com mágoa há esperança, de muitas estações e paixões...se me permite vou ficar por aqui a "espiar" este cambalear sem rumo...

Marcelo Mayer disse...

próxima estação, antes que um aventureiro tire mão

Tecnologia do Blogger.