15 de abril de 2009

Não ouse falar de mim!


suas palavras sempre tão cruéis e precipitadas que você ousa dirigir para qualquer um que cruze seu caminho.

seus atos tão egoístas e maléficos feitos com tanta convicção ferindo àqueles que você julga amar.
quem você é?
quem você pensa que é?
uma pessoa cada dia mais solitária, fechada num mundo de mentiras e farpas que você mesma criou.
você sabe quem eu sou?
você já ouviu a minha voz?
já viu meu sorriso?
já enxugou meu pranto?
já escutou minhas opiniões?
então não abra sua boca nem para citar meu nome.
se coloque no seu devido lugar e se olhe no espelho.
quem você tem na sua vida?
parou? olhou?

agora olhe ao meu redor...


...


...


...


depois disso, engula suas palavras, morda sua língua...
... e não ouse mais falar de mim!


(Lara Gay)

3 comentários:

jessicadeverdade disse...

Nuss lara!
que isso...
té mais

Fernanda Rodrigues disse...

E tá para nascer ouvinte melhor do que um papel e algo melhor para desabafar do que uma caneta...

Michelly Barros disse...

uma coisa é certa: a gente colhe o que a gente planta.

tem gente que esquece isso, mas não faz mal, a vida ensina.

eu amo vc.