ela, a outra e eu


"uma é quase feliz porque lhe falta algo
sua beleza está no passado incrível cheia de amores impossíveis
ela não mede esforços para uma paixão de verão
escreve tudo à mão e durante a madrugada, pois é quando a sua alma grita pelo vazio constante
e o que sai é só diamante
sua risada é a mais gostosa, riso de bebê
os seus olhos brilham pois é sorrindo que ela se mostra inteira
é com as amigas que ela não tem medo
ela livre desse jeito
sua bagunça é a mais organizada, pois ela é terra, é virgem
ela é um anjo, tem asas, por isso pode voar quando quiser
sua piscina pode não ter a suave água, mas a gosma por que navega é de uma cor que brilha tanto quanto o sol refletindo no mar

a outra traz consigo a memória de todos os amores infinitos
do primeiro ficou a saudade e a certeza de que ele seria o seu par
do último ficou a mágoa de uma vida inteira, mas a lição de que tudo passa
ela é feliz nas coisas simples, nas pequenas descobertas
ela é feliz lendo Clarice
sua casa tem a sua cara, cada canto, cada caixa, tudo no seu devido lugar
ela é organizada
ela vive entre o que é e o que não se pode dizer
no seu papel deixa-nos ver a menina dos olhos grandes e da alma profunda
ela tem a humildade de quem reconhece que não se é auto-suficiente
essa é a beleza do seu reinado de leoa
o seu sorriso é centro de todas as atenções aonde quer que ela vá
sua boca é um chamado de beijos alheios
sua pele branca é um chamado constante
ela é brilhante

já eu sou ela e também a outra
trago a terra mas também Clarice
sou um leão alado
meu caminho é a correnteza das águas que passa pela pasta saborosa das dificuldades de ser na impossibilidade
olho para uma e vejo a minha alma refletida
olho para outra e vejo a minha coragem escondida
eu sou a desordem organizada
meu sol brilha porque trago a lua
e porque quando eu nasci era uma delas que no horizonte surgia
elas vivem em mim
quando penso nas possibilidades de encontros percebo que este já estava previsto
vejo o sucesso dos nossos planos
e um futuro com todas as formas possíveis
juntas
ela, a outra e eu 
"

(michelly barros)

Um comentário:

Joyci Dias disse...

Sei que nada me fora perguntado mas eu acho linda a amizade de vocês três! Muito brilho, muita luz, muito amor, pra vocês! Sim, ainda mais do que vocês já possuem.
Lara, você é linda!
Um beijo grande.

Desculpa por invadir? É que eu sou fã da Lohmann e sou fã da escrita também, não resisti.

Passe no meu blog qse não for pedir muito.


Joyci.

Tecnologia do Blogger.